Como as emoções afetam os órgãos e causam doenças físicas

Bianca Enricone - Como as Emoções Afetam os Órgãos e Causam Doenças Físicas - Foto Divulgação

As emoções afetam os órgãos, podem sem dúvida desencadear sintomas físicos e ser a causa de diversas doenças.

Você já se sentiu “uma dor de estômago” quando se preocupou demais? Ou, por exemplo, o estresse fez sua pressão subir?  Isso acontece porque cada emoção é capaz de desencadear um uma resposta ao órgão interno que está ligada.

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), cada órgão está intimamente ligado a uma emoção.  Logo, o desequilíbrio desse sentimento pode afetar a função do órgão e vice-versa. Por exemplo, a raiva prolongada pode levar a um desequilíbrio no fígado. Ao mesmo tempo que desequilíbrios no fígado podem produzir sintomas de raiva.

Sabe o que é mais curioso?  Muitas vezes os exames tradicionais não apontam nenhuma causa orgânica, mas os sintomas estão lá. E infelizmente, por mais que o médico tente combatê-los e prescreva remédios, as emoções continuam ainda se convertendo em enxaquecas, gastrite, doenças de pele, doenças autoimunes, entre outras.

Aliás, todos nós temos uma emoção predominante, consequentemente existe um órgão que sofre mais. É aquele sentimento que vem quando lidamos com um problema ou um desafio. Assim como, se você tem um problema físico instalado, ou seja, uma patologia, terá essa emoção aflorada sempre que experimentar o estresse e assim, esse ciclo se retroalimenta.

Por isso, ao aprender a gerenciar nossas emoções e tratar os pontos que estão em desequilíbrio, podemos corrigir essas frequências antes que afetem o corpo físico e, desse modo, curar também o campo mental e emocional.

É o que fazemos no Tratamento Vibracional com Quantec.

Bianca Enricone - Tratamento Vibracional co o Quantec - Foto Divulgação
Bianca Enricone – Tratamento Vibracional co o Quantec – Foto Divulgação

As emoções e os órgãos

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) acredita na existência de uma estrutura energética integrada ao corpo físico, por onde a energia circulam tanto a energia vital (Qi) como também energia apatogênica (Xie).

O pleno funcionamento do corpo, mente e emoções depende do fluxo normal das energias do organismo, no qual os órgãos internos são como “a orquestra principal” e necessariamente precisam manter seu ritmo. Assim, quando há uma desorganização da energia funcional surgem as doenças.

Conforme a teoria dos cinco elementos (madeira, fogo, terra, metal e água), cada órgão corresponde a uma emoção e o desequilíbrio dessa emoção pode afetar o funcionamento do órgão.

As principais emoções que afetam os órgãos, são:

  • Medo;
  • Raiva;
  • Alegria;
  • Tristeza;
  • Preocupação.

Por sua vez, essas emoções repercutem principalmente em cinco órgãos: 

  • Coração;
  • Fígado;
  • Rins;
  • Estômago;
  • Pulmão.

Sem dúvida que em condições normais, esses estímulos mentais não causam doenças, mas se elas se tornam muito duradouras, intensas ou ambas, interferem no corpo físico. Por outro lado, o estado dos órgãos internos também é capaz de afetar o estado emocional. Sendo assim, se seu fígado está cheio de gordura, pode ter manifestações de raiva.

Baseados nos princípios da MTC, podemos citar inúmeros exemplos das emoções desencadeando doenças. Por exemplo, os indivíduos com o sentimento do apego aflorado tem o comprometimento tanto do trato respiratório, como do intestino.

Quando a pessoa tem dificuldade de “deixar ir”, de desapegar, ou até mesmo quando coloca algo ou alguém acima de si mesmo, isso gera um desequilibrio. Esta emoção pode inclusive desenvolver as famosas “ites”, como bronquite, sinusite, rinite e em casos mais severos pode comprometer os pulmões e gerar uma pneumonia.

Da mesma forma, quando o indivíduo sofre de saudade, sofreu um choque ou vive com medo. Esse sentimento altera o equilíbrio energético e facilmente pode levar a um problema do trato urinário como pedras nos rins ou uma cistite.

Acim de tudo o conhecimento sobre os Cinco Elementos e suas associações pode ajudar você a lidar melhor com as emoções e também com o seu corpo, melhorando assim sua qualidade de vida.

Para saber:

Elementos Emoções Órgãos
Madeira Raiva Fígado
Fogo Alegria Coração
Terra Preocupação Baço
Metal Tristeza Pulmão
Água Medo Rim


Raiva: Adoece o fígado

A raiva é a emoção associada ao fígado, que por sua vez, pertence ao elemento madeira.

Em sentido mais amplo, entendemos a raiva como uma emoção associada ao ressentimento, frustração, irritabilidade, ira, ódio, indignação e amargura.  Entre as diversas funções, o fígado é uma espécie de filtro do sangue, eliminando as toxinas que ingerimos. 

Quando este órgão é prejudicado pela raiva em excesso, tende a funcionar mal. Da mesma forma, pessoas com facilidade para sentir raiva tendem a ter o fígado mais sensível. A causa disso é a estagnação do Qi do fígado, que provoca sintomas como:

  • Rubor facial;
  • Dores de cabeça;
  • Vertigens; 
  • Zumbido. 
  • Falta de energia e disposição

A longo prazo, a raiva ou frustração reprimida pode resultar em depressão ou desordens menstruais e também “atacar o baço”. Neste caso, é reconhecida pela falta de apetite, indigestão e diarréia.

Alegria: Sintomas no coração

A alegria é a emoção do coração e está ligado ao elemento fogo.  Embora rir e sorrir sejam propriedades para um coração energeticamente saudável, essa emoção em excesso, pode criar um estado de euforia e afetar de modo negativo o coração.

Observe que o riso descontrolado, por exemplo, é comum em situações de nervosismo, ansiedade, medo ou pânico. Consequentemente, pode ser um sinal de que a pessoa precisa reequilibrar a energia do coração. 

As principais manifestações de desequilíbrio no coração são:

  • Palpitações;
  • Excitabilidade exagerada;
  • Insônia;
  • Ansiedade.

Além dos excessos, os estados de deficiências como os observados em quem nunca ri e que retém as emoções também precisam buscar o equilíbrio.

Preocupação: Problemas no baço

A preocupação pertence ao elemento Terra e tem como órgão correspondente o baço/pâncreas, que estão intimamente relacionados com o estômago. Esse órgão é responsável pelo pensamento, pelas idéias e pela transformação de energia. Quando a preocupação é excessiva, ou ainda, quando o raciocínio se torna paranóia, perde-se o senso de julgamento. Logo, se torna um comportamento obsessivo e ao menor pretexto a pessoa fica fora de si.

Os sinais físicos da desarmonia em terra causadas pela preocupação são:

  • Sensação de desconforto no peito;
  • Tensão nos ombros;
  • Cansaço;
  • Problemas musculares como espasmos ou fraqueza.

Tristeza enfraquece o pulmão

A tristeza é a emoção relacionada com o Pulmão que pertence ao elemento metal.  As emoções de dor e tristeza simbolizam um movimento de olhar para dentro, mas quando se tornam crônicas, levam à diminuição de Qi e  ocorre a desarmonia nos pulmões.

A dor emocional infelizmente pode enfraquecer a vontade de viver e causar problemas respiratórios. Fisicamente, a desarmonia pode ser evidenciada por:

  • Esgotamento;
  • Falta de ar;
  • Choro;
  • Depressão.

Medo prejudica os rins

Na Medicina Tradicional Chinesa, o elemento água está relacionado com os rins e sua emoção é o medo, tanto um medo súbito, quanto um estado crônico acompanhado de ansiedade.  Essa relação pode ser percebida, por exemplo, quando o medo extremo faz uma pessoa urinar incontrolavelmente. 

Nas crianças, frequentemente, se associa urinar na cama com insegurança e ansiedade. Embora o medo seja um fator de proteção, em situações de ameaças, quando muito intenso ele também paralisa.

A desarmonia interior é exteriorizada em:

  • Fobias;
  • Diminuição da autoestima;
  • Obsessão por poder e controle;
  • Eliminação excessiva de líquidos.

As emoções afetam os órgãos!
Busque o equilíbrio entre corpo e mente

A Medicina Tradicional Chinesa ensina que a vida e a saúde estão relacionadas diretamente ao fluxo de energia pelo corpo. Antes de um distúrbio se manifestar, sem dúvidas há uma ruptura no fluxo de energia que, quase sempre, é causado por desequilíbrios emocionais.

Veja que existe uma unidade entre corpo e mente, portanto, as emoções afetam os órgãos e podem causar doenças físicas quando estão em desequilíbrio.

Existem diversos tratamentos e métodos para influenciar o órgão e na emoção associada a ele para promover o equilíbrio. A acupuntura, por exemplo, redireciona ou equilibra o Qi através de finas agulhas de metal inseridas na pele.

Atualmente a Bioressonância Magnética Quântica ganhou destaque pois você pode  descobrir como está seu estado de saúde e detectar as doenças antes que elas se instalem ao identificar se os órgãos estão em equilíbrio ou em desequilíbrio.

Agora, se sua energia está estagnada, se perdeu a conexão entre corpo, mente e espírito o Tratamento vibracional com o Quantec pode harmonizar e colocar sua vida de volta aos trilhos. Você já ouviu falar?

Conheça o Tratamento Vibracional com o Quantec.  Trata-se de um equipmento cientificamente comprovado que vai escanear suas emoções e a sua mente e vai não só mostrar onde está a desordem, bem como tratá-la.

A partir desse scan o Quantec gera um relatório, que emite vibrações de harmonização que serão assim enviadas diretamente ao seu subconsciente para corrigir o campo mental e mudar as rotas das doenças.

Bianca Enriocne - Reprogramação Mental - Tratamento Vibracional com o Quantec - Foto Divulgação
Bianca Enriocne – Reprogramação Mental – Tratamento Vibracional com o Quantec – Foto Divulgação

O Tratamento Vibracional é com certeza uma ferramenta maravilhosa para impulsionar sua carreira, seus negócios, sua família e principalmente você mesmo a sair da sua zona de conforto e alcançar suas vitórias.

Quer saber mais? Tire suas dúvidas comigo.
Bianca Enricone - Acupuntura - Foto Divulgação
Bianca Enricone – Acupuntura – Foto Divulgação

Siga a Dra. Bianca Enricone nas Redes Sociais:

Facebook 

Instagram 

YouTube

Fotos: Divulgação / Arquivo Pessoal

Fonte: Bianca Enricone
Assessora de Imprensa

Leia também: Qual o oposto do medo?

Compartilhar Post:

3 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Outros Artigos

Precisa de ajuda?